Teatro Empresarial

Rádio Prevenção


Ivo e Irineu são radialistas: os únicos responsáveis por toda a programação da Rádio Prevenção e por isso suam muito para colocarem os mais variados programas no ar. Após uma falha que faz com que a rádio saia do ar, a supervisora Telma, conversa com os dois para saber o que ocasionou o erro e também por que vários acidentes tem acontecido. Os dois desabafam dizendo que têm problemas demais e não dão conta de tudo. Ivo sofre com a falta de tempo, pois agora é disputado por duas namoradas. Irineu tem as responsabilidades de ser um pai de família e anda estressado por ter sua sogra em casa, e a jovem filha que gasta demais. A supervisora lembra que as coisas poderiam ser piores, mas eles não dão ouvidos a ela. Telma decide interferir e mostrar a Ivo e Irineu que eles são capazes sim, e para isso provoca o caos, colocando todos os “problemas” juntos. No pico da situação, a supervisora consegue mostrar aos dois qual a melhor maneira de lidar com os afazeres do dia a dia e ainda como os acidentes deverão diminuir.

A peça trata dos temas como a prevenção de DST’s, uso adequado de EPI’s, tabagismo e alcoolismo, e ainda preservação do meio ambiente, com uma entrevista exclusiva ao vivo com o personagem ‘Jacaréjão’ do Programa Terra da Gente EPTV/GLOBO. A comédia mostra que com serenidade e resolvendo uma coisa de cada vez as dificuldades podem ser superadas, e finalmente, que mantendo o foco no trabalho, os riscos de acidentes certamente serão menores.

O Roteiro da peça permite alterações, incluindo e/ou adaptando situações desejadas pela Empresa contratante.

Ficha Técnica:

Direção de Jorge Fantini. Direção Musical de Marcos Tadeu. Locução Off – Itamar Corrêa (EPTV/GLOBO). Produção da Trilha Sonora - Barthmann's Studio. Administração de Crispim Júnior.

Preparação de Elenco: Ruth Elizabeth e Aline Wolf.

A Equipe de Realização (Elenco e Técnicos), feita por Escala de Revezamento, conta com: Adamys Susan, Bete Bastos, Lucas Barbosa, Priscila Martins, Silvio Leme, Darcy Rodrigues, Manoel Neto, Pedro França, Vitor Olivero, Valéria Rachel e Wanderley Francisco.

E ainda eventualmente: Renato Bruno, Edson Lozano, Rose Braga, Ricardo Derkoski, Viviane Munuera, Kaê Payão, Ruth Elizabeth, Lilian Lazarette, Adriana Souza, Diego Caporal, Hellen Mistura, Josué Galinari, Renato Grecco, Rogério Barbatti, Nilson Garcia e Thiago Cortez. 

A Montagem: A cenografia é prática e flexível permitindo apresentações em espaços não convencionais. A Sia Santa possui toda a infraestrutura cenotécnica, transporte e os equipamentos de som e luz.

Corpo e Ação


Um tiro ecoa no escuro. A vitima do cruel assassino é o Pâncreas. Quando o Cérebro e o Pulmão chegam até a cena do crime, já é tarde demais. O pânico então toma conta do corpo de Herculano Honesto. O Cérebro (como é de esperar dum cara como ele) raciocina: o vilão está entre nós. Todas as saídas do teatro são trancadas. Todos estão detidos até descobrirmos o assassino.

Estamos dentro do corpo de Herculano, o melhor de mais bem preparado trabalhador da nossa fábrica. Porém, há um vilão disposto a atrapalhar os planos do nosso herói, instituindo o caos e atacando os seus órgãos. O Cérebro, Pulmão, Coração, Estômago, Pênis, entre outros, iniciam uma investigação para descobrir quem está por trás dos ataques. Ao longo da investigação visitamos temas relevantes à segurança no trabalho: o uso correto de EPI, tabagismo, alcoolismo, direção defensiva e DST’s. Enfim, descobrimos que o vilão não age sozinho. Os vilões são os males que afetam as nossas decisões no trabalho: o excesso de confiança, o estresse, o descuido, e principalmente o comportamento inseguro.

Sabemos que o Corpo é como uma fábrica: setores variados desempenham as funções necessárias para o nosso funcionamento. Sem um setor ou um órgão, tudo falha. O corpo dá apoio ao trabalhador como o trabalhador dá apoio e contribui para o funcionamento da sua empresa. Se o trabalhador é vitima de um dos vilões, então o funcionamento da empresa como um todo é prejudicado.

A peça ‘Corpo & Ação’ visa instruir e motivar o trabalhador com suspense e (é claro) muitas risadas, em 45 minutos de duração. O Roteiro e o Título da peça permitem alterações, incluindo, excluindo e/ou adaptando situações desejadas pela Empresa contratante. A cenografia é prática e flexível, permitindo apresentações em espaços não convencionais. Temos toda a infra-estrutura cenotécnica, transporte e os equipamentos de som e luz.

Este espetáculo estreiou na Sipat Bosch 2004. Foram 23 sessões para 5 mil espectadores.

Ficha Técnica:

Texto de Bruno Fantini. Direção de Jorge Fantini. Produção Cia. Teatro Sia Santa. Supervisão Artística e Administração de Crispim Júnior.

Preparação de Elenco: Ruth Elizabeth e Aline Wolf.

A Equipe de Realização (Elenco e Técnicos), feita por Escala de Revezamento, conta com: Adamys Susan, Bete Bastos, Lucas Barbosa, Priscila Martins, Silvio Leme, Darcy Rodrigues, Manoel Neto, Pedro França, Vitor Olivero, Valéria Rachel e Wanderley Francisco.

E ainda eventualmente:  Renato Bruno, Edson Lozano, Rose Braga, Ricardo Derkoski, Viviane Munuera, Kaê Payão, Ruth Elizabeth, Lilian Lazarette, Adriana Souza, Diego Caporal, Hellen Mistura, Josué Galinari, Renato Grecco, Rogério Barbatti, Nilson Garcia e Thiago Cortez.

Segredo de Família


A família de um trabalhador se prepara para comemorar o aniversário da matriarca. A trama envolve o círculo de relações sociais, profissionais e familiares, mostrando com muito humor (e alguns momentos musicais), como os comportamentos e atitudes interferem e se relacionam no cotidiano das pessoas, seja na família ou no trabalho. A comédia, com apenas 45 minutos de duração, é encenada com elenco de 7 artistas em 11 personagens, e ainda oferece bons momentos de conscientização e reflexão sobre a importância da prevenção na preservação da vida, sem acidentes.

Ficha Técnica:

Texto de Crispim Júnior. Direção de Jorge Fantini. Direção de Arte de Édison Staffocker e Manoel Neto. Trilha Sonora de Agnaldo Araújo. Criação Coletiva da Cia de Teatro Sia Santa, com Supervisão Artística de Crispim Junior.

Preparação de Elenco: Ruth Elizabeth e Aline Wolf.

A Equipe de Realização (Elenco e Técnicos), feita por Escala de Revezamento, conta com: Adamys Susan, Bete Bastos, Lucas Barbosa, Priscila Martins, Silvio Leme, Darcy Rodrigues, Manoel Neto, Pedro França, Vitor Olivero, Valéria Rachel e Wanderley Francisco.

E ainda eventualmente: : Renato Bruno, Edson Lozano, Rose Braga, Ricardo Derkoski, Viviane Munuera, Kaê Payão, Ruth Elizabeth, Lilian Lazarette, Adriana Souza, Diego Caporal, Hellen Mistura, Josué Galinari, Renato Grecco, Rogério Barbatti, Nilson Garcia e Thiago Cortez.

A Montagem: A cenografia utiliza painéis revestidos e o mobiliário da sala e da cozinha da residência da família, onde os personagens atuam usando figurinos e acessórios contemporâneos. Comédia com momentos musicais ao vivo.

Sopa de Pedra


Inspirada na conhecida fábula portuguesa, a ação se passa na Vila da Cooperação, onde seus habitantes vivem cada um para si e ignoram as necessidades dos seus pares. Num belo dia, observam a chegada de dois emissários do rei, incumbidos de divulgar ao povo do reino, os segredos da 'receita do rei para a sopa de pedras'. Inicialmente os moradores da vila não querem ajudar os soldados, mas durante a receita eles resolvem colaborar e todos acabam saboreando uma deliciosa sopa feita por todos após tirarem as pedras. A obra destaca a importância da cooperação numa comunidade ou corporação. A receita mostra todos os ingredientes para se obter colaboração na segurança.

Ficha Técnica:

Texto de Bruno Fantini. Direção de Jorge Fantini. Direção de Arte de Édison Staffocker e Manoel Neto. Trilha Sonora de Agnaldo Araújo. Criação Coletiva da Cia de Teatro Sia Santa Supervisão Artística de Crispim Junior.

Preparação de Elenco: Ruth Elizabeth e Aline Wolf.

A Equipe de Realização (Elenco e Técnicos), feita por Escala de Revezamento, conta com: Adamys Susan, Bete Bastos, Lucas Barbosa, Priscila Martins, Silvio Leme, Darcy Rodrigues, Manoel Neto, Pedro França, Vitor Olivero, Valéria Rachel e Wanderley Francisco.

E ainda eventualmente: : Renato Bruno, Edson Lozano, Rose Braga, Ricardo Derkoski, Viviane Munuera, Kaê Payão, Ruth Elizabeth, Lilian Lazarette, Adriana Souza, Diego Caporal, Hellen Mistura, Josué Galinari, Renato Grecco, Rogério Barbatti, Nilson Garcia e Thiago Cortez.  

A Montagem: contando com elenco de 6 atores (padeiro, açougueiro, verdureira, cozinheira, dois soldados reais (Suri e Kata) e um trovador (cantor instrumentista). Duração: 40 minutos.

Entre o Céu e o Inferno


Entre o Céu e o Inferno é a estória de um técnico especializado chamado José, que não se preocupava com a segurança. Como num pesadelo, ele se vê morto em um caixão na sala da sua casa, sob o olhar triste da esposa e dos amigos. Sem entender direito, ele é recebido pelo próprio São Pedro, que lhe mostra seu prontuário e os hábitos imprudentes que o levaram até o Céu. Mas o nosso Zé não respeita as regras do Céu... e São Pedro o expulsa de lá para o inferno. No inferno, o Zé reencontra alguns conhecidos seus lá da empresa, que o encaminham para um Setor vital: “o 5º do inferno”. Por não estar utilizando os EPIs, o Zé causa um acidente de trabalho e acaba também expulso do inferno. Quando está refletindo entre o céu e o inferno, arrepende-se e vai pedir uma nova chance a São Pedro, prometendo modificar o seu modo de vida. Aprendeu a lição! Acabou o pesadelo. José desperta para a segurança.

Ficha Técnica:

Direção de Jorge Fantini. Texto de Nelly Guernelli. Produção Teatro Sia Santa. Supervisão Artística e Administração de Crispim Júnior.

Preparação de Elenco: Ruth Elizabeth e Aline Wolf.

A Equipe de Realização (Elenco e Técnicos), feita por Escala de Revezamento, conta com: Adamys Susan, Bete Bastos, Lucas Barbosa, Priscila Martins, Silvio Leme, Darcy Rodrigues, Manoel Neto, Pedro França, Vitor Olivero, Valéria Rachel e Wanderley Francisco.

E ainda eventualmente:  Renato Bruno, Edson Lozano, Rose Braga, Ricardo Derkoski, Viviane Munuera, Kaê Payão, Ruth Elizabeth, Lilian Lazarette, Adriana Souza, Diego Caporal, Hellen Mistura, Josué Galinari, Renato Grecco, Rogério Barbatti, Nilson Garcia e Thiago Cortez. 

É a comédia corporativa mais requisitada quando se trata de SIPAT.

A montagem: A encenação é feita com um elenco de 3 atores e 3 atrizes, com uma ambientação cenográfica dinâmica e adaptável aos mais diversos palcos e espaços cênicos das empresas. A montagem dispõe de recursos próprios de som e luz, incluindo o transporte dos artistas, técnicos e o material cênico, além da montagem, operação e desmonte. O espetáculo tem 40 minutos de duração, sendo especialmente indicado para as SIPATs, e eventos empresariais similares. O espetáculo já atendeu as SIPATs: BOSCH, DAKO, ORSA, RHODIA, JORNAL O ESTADÃO, BENTELER, EXXONMOBIL, ZACCARIA, EMS, MERIAL, VALEO, CRODA, GEVISA, CPFL, AUTOBAN, GRUPO CCR, PALINI & ALVES, NUTRON, REDE SESC, entre outras.

O texto permite adaptações e adequações ao tema e características de cada evento.

É uma excelente alternativa de treinamento e reflexão através das situações bem humoradas de uma comédia ao vivo, com interação da plateia. É possível agendar apresentações para todos os turnos de trabalho, otimizando o dia contratado, atingindo todos os colaboradores e terceirizados.