Imprimir

Corpo e Ação


Um tiro ecoa no escuro. A vitima do cruel assassino é o Pâncreas. Quando o Cérebro e o Pulmão chegam até a cena do crime, já é tarde demais. O pânico então toma conta do corpo de Herculano Honesto. O Cérebro (como é de esperar dum cara como ele) raciocina: o vilão está entre nós. Todas as saídas do teatro são trancadas. Todos estão detidos até descobrirmos o assassino.

Estamos dentro do corpo de Herculano, o melhor de mais bem preparado trabalhador da nossa fábrica. Porém, há um vilão disposto a atrapalhar os planos do nosso herói, instituindo o caos e atacando os seus órgãos. O Cérebro, Pulmão, Coração, Estômago, Pênis, entre outros, iniciam uma investigação para descobrir quem está por trás dos ataques. Ao longo da investigação visitamos temas relevantes à segurança no trabalho: o uso correto de EPI, tabagismo, alcoolismo, direção defensiva e DST’s. Enfim, descobrimos que o vilão não age sozinho. Os vilões são os males que afetam as nossas decisões no trabalho: o excesso de confiança, o estresse, o descuido, e principalmente o comportamento inseguro.

Sabemos que o Corpo é como uma fábrica: setores variados desempenham as funções necessárias para o nosso funcionamento. Sem um setor ou um órgão, tudo falha. O corpo dá apoio ao trabalhador como o trabalhador dá apoio e contribui para o funcionamento da sua empresa. Se o trabalhador é vitima de um dos vilões, então o funcionamento da empresa como um todo é prejudicado.

A peça ‘Corpo & Ação’ visa instruir e motivar o trabalhador com suspense e (é claro) muitas risadas, em 45 minutos de duração. O Roteiro e o Título da peça permitem alterações, incluindo, excluindo e/ou adaptando situações desejadas pela Empresa contratante. A cenografia é prática e flexível, permitindo apresentações em espaços não convencionais. Temos toda a infra-estrutura cenotécnica, transporte e os equipamentos de som e luz.

Este espetáculo estreiou na Sipat Bosch 2004. Foram 23 sessões para 5 mil espectadores.

Ficha Técnica:

Texto de Bruno Fantini. Direção de Jorge Fantini. Produção Cia. Teatro Sia Santa. Supervisão Artística e Administração de Crispim Júnior.

Preparação de Elenco: Ruth Elizabeth e Aline Wolf.

A Equipe de Realização (Elenco e Técnicos), feita por Escala de Revezamento, conta com: Adamys Susan, Bete Bastos, Lucas Barbosa, Priscila Martins, Silvio Leme, Darcy Rodrigues, Manoel Neto, Pedro França, Vitor Olivero, Valéria Rachel e Wanderley Francisco.

E ainda eventualmente:  Renato Bruno, Edson Lozano, Rose Braga, Ricardo Derkoski, Viviane Munuera, Kaê Payão, Ruth Elizabeth, Lilian Lazarette, Adriana Souza, Diego Caporal, Hellen Mistura, Josué Galinari, Renato Grecco, Rogério Barbatti, Nilson Garcia e Thiago Cortez.